COME TO ME

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

VÍDEO GAMES TÊM INSPIRAÇÃO MALIGNA ! UMA PROVA? VEJA NESSA POSTAGEM !



V
ivemos decididamente em uma época de muitas distrações, de coisas que eficazmente nos afasta da realidade, que convenhamos, é muito difícil de ser encontrada. De fato é muito mais fácil diante de coisas e de supostas verdades diferentes, escolhermos uma ou outra. Todos nós fazemos isso, tanto relacionada às coisas seculares, as coisas tidas como inofensivas até mesmo entre duas ou mais coisas religiosas ou teológicas.

Certa vez há muitos anos ouvi do pastor Márcio Valadão na Igreja Batista de Lagoinha que o mundo é como um navio luxuoso como o famoso Titanic, alguém sabe que ele está afundando e que não há salvação para ele ( o navio ) mas essa pessoa de posse dessa preciosa informação ao invés de proporcionar uma opção de salvação às pessoas que estão nesse navio, aumenta as possibilidades de conforto, divertimento, opções de trânsito entre um salão e outro, entre o de jogos, entre as piscinas, entre os restaurantes, camarote confortáveis, salões de bailes e de música, o próprio convés e a melhor vista do mar por certo ponto da proa, por exemplo.

Esse aumento de oferta hedonista é maior do que já existiu em todas as épocas, até a igreja como lugar de reunião, templo, lugar de culto e a convivência dentro dele, legitimamente nunca foi tão confortável, agradável e magnífico. Não está errado mas poucas denominações cristãs e evangélicas, apresentam a seus fieis, algo que traga certo grau de desconforto fugindo muitas vezes da única descrição importante feita pelo Senhor Jesus, que é  "Casa de oração". Se uma igreja como templo, não oferece a possibilidade de orar de forma mais direta e preponderante, o resto ainda que legítimo, faz uma apropriação indevida do propósito da igreja como local de reunião de ser uma "casa de oração".

O dilema que se instaura é que há uma ética inconsciente de que há certas coisas que não se coadunam com a visão da vida cristã, ou de uma ligação legítima e aceitável de quem diz ter uma relação, uma comunicação com Deus. Fumar, já foi prática de alguns grandes homens reconhecidamente de Deus como C. Spurgeon,  quando se desconhecia os  malefícios do tabagismo. Do mesmo modo as bebidas alcoólicas de todas as formas, as drogas ilícitas, o sexo fora do casamento, a impureza sob todas as suas formas mesmo dentro do casamento, a fornicação e também o homossexualismo. Entretanto comer muita gordura saturada, comer muita carne industrializada, e uma lista enorme de coisas não saudáveis, não tão inteligentes, não tão legítimas, ora fica de fora, ora se tornam prática adotada individual ou em lugares, culturas, épocas e países diferentes.

Fato é que não há uma forma segura ou assegurada externamente, via alguma igreja cristã, via uma lista de regras e práticas que definam todas as coisas  que podem ser feitas ou que devam ser abandonadas sumariamente e que não seja discutíveis e ultrapassadas ora ofensivas. Sempre estivemos e estaremos diante desse dilema. Talvez se pudéssemos tê-la ( essa lista ) ou elaborá-la de alguma forma, poderíamos seguramente nos auto justificarmos, algo que definitivamente não podemos ,com exatidão e justiça inerrantes, definir ou construir nem mesmo um modelo  justo e eficiente.

Por outro lado os Evangelhos, e particularmente palavras ditas pelo Senhor Jesus, nos asseguram que o próprio Espírito de Deus, ou seja o próprio Deus e não outro, nos guiaria em todas as coisas. Logo se temos dúvidas ou se coisas não nos parecem claras, ou ainda não temos nenhuma noção de sua inspiração bondosa ou malignidade, estamos sozinhos e sem a iluminação divinas.

Outra distinção importante tomada, não apressadamente eu espero, mas sinteticamente nos asseguram com toda a clareza que, o mundo jaz no maligno e o príncipe desse mundo é o próprio Satanás. Jesus ainda nos diz que não há parte de Jesus que comungue com o príncipe desse mundo. No "Pai Nosso" ensinado como princípio de coisas a serem pedidas em nossas orações, somos ensinados pelo próprio Senhor Jesus a pedirmos firmemente que a vontade do Pai "seja feita na terra". Subtende-se portanto que a vontade de Deus não é feita na terra! Erram por confusão os calvinistas ao atribuírem a Deus a causa de todo o mal e a execução de cada coisa terrível e abominável sobre a terra, o que não corresponde a verdade revelada em toda a Escritura.

Temos então que o que é produzido no mundo não tem inspiração e origem divinas! Simplificadamente a título de um exemplo claro: a música é de inspiração e de imaginação divinas, mas o rock'n roll não! bem podemos usar o ritmo do rock para falar das coisas de Deus para louvá-lo como as bandas Petra, White Cross, Oficina G3, Guardian e tantos o fizeram e ainda fazem tão bem, mas o movimento do rock'n roll com todos os seus frutos maléficos, é fruto de um plano e de uma estratégia satânica muito bem sucedido pelo menos na maior parte do  século XX e mantida via mídia e e interesses mercadologicos da indústria da musica no mundo e particularmente no ocidente!

O enorme e maligno sucesso do uso do fumo, reavivado de uma prática indígena brasileira e levado para todo o mundo pelos portugueses e pelos ingleses é uma prova de uma inteligente manifestação planejada de forma astuta para viciar e matar as pessoas dando-lhes a todas uma sensação de autonomia, inteligência, integração social  e prazer ingênuo e natural. Os exemplos não se restringem ao cigarro, mas às todas as drogas sintéticas. Hoje no Brasil temos o funk brasileiro, mas antes houve a força do funk norte-americano, o Hip-hop, o samba com o Carnaval no Brasil. 

O cinema como linguagem e arte com "A" maiúsculo, que pode e foi ( como ainda é ) usado positivamente, é o grande divulgador de misticismo e de desconstrução de valores convenientemente às trevas, ou seja ao pensamento e objetivos de seres que não são de carne e ossos como nós e que, também diferentemente do que boas pessoas imaginam, espíritos ou almas de pessoas que já morreram, em um esquema artificialmente imaginado para fornecer alguma explicação à existência humana e sentido ao suposto destino que podemos imaginar para a humanidade. a violência o erotismo a desvalorização do casamento são uma de suas objetivas e repetitícias ações na imensa maioria dos filmes, intencionada ou acessoriamente por da retorno de audiência e bilheteria.

Muitas demonstrações objetivas poderiam ser lembradas como prova teórica desse fato ou fenômeno além da simples sobrevivência humana em um planeta e universo sobre os quais sabemos quase nada! Entretanto, pelo título desse post ou postagem, os games modernos criados para transformar os primeiros programas e máquinas usados como treinamento para pilotar aviões, mergulhar nos mares ou estar em uma estação espacial, hoje são usados pelos propósitos satânicos de fornecer aos seus usuários uma realidade virtual, possível, mas inexistente, onde o autossuposto "jogador", deixa de crer e de reconhecer a realidade da sua própria vida e mundo. Em troca recebe o prazer que vicia e torna de fato dependente, da mentira ( da nova realidade virtual ) se distanciando cada vez mais ou na maioria das vezes de áreas reais da vida.


O jogador pode ser um ( a ) ótimo ( a ) cidadão ( ã ) e profissional mas que em alguma área bastante específica da sua vida não há mais percepção da realidade. São pessoas que ou não ficam casadas, ou não são boas amantes, ou jamais se ligam em assunto naturais e necessários a vida como a política, religião, dilemas como a morte, a fé, a razão da vida, etc. Nessas questões as quais são inconscientemente incapazes de enfrentamento, o jogo é a fuga.

Evidentemente o jogo, os games não são a úncia fuga da realidade, mas apenas uma das muitas delas, e tão eficiente como muitas outras também o são. De fato o leque de coisas criadas e oferecidas à humanidade pelo "pai da mentira" é de fato quase infindável. Entretanto quanto mais alguém se aproxima da mentira, mais se afasta da verdade! Muitos se tornaram ateus simplesmente por darem ouvidos inadvertidamente à mentiras. Não significa não tomar conhecimento da mentira ou das mentiras, aliás é muito mais seguro conhecer a mentira e desmascará-la do que enfiar a cabeça em um buraco, se tranar em algum lugar e pensar que estará mais seguro com sua fé e protegido dela, da mentira!

Algo entretanto deve ser dito e enfatizado: Embora Satanás seja criativo ao oferecer uma lista praticamente infindável de prazeres de todas as formas, ele não é tão criativo em variar os métodos! Satanás age como um animal que não pode fazer, por alguma razão de sua própria natureza, algo não muito diferente do que sempre fez. Leões sempre atacarão suas presas com os mesmos métodos, do mesmo modo as serpentes, as aves de rapina, e vários e vários animais. Nós como homens igualmente reagimos sempre dentro de um leque grande mas também restrito de possibilidades. Dessa forma toda distração de origem maligna atende sempre os mesmos objetivos sempre. Essas distrações também servem para agir nas mesmas áreas que diferente de nós mesmos Satanás muito bem conheça por experiência e por simples observação de todos os homens por toda a história humana.

Os games tem origem e curiosamente seguem a mesma dinâmica da descrição egípcia do inferno com suas etapas, profundidades e uso de senhas e armas para vencer desafios. O que para o jogador ansioso por diversão é apenas entretenimento, na mente de Satanás é sempre uma viagem ao inferno, com sofrimento e ansiedade por vencer e sobreviver, o que na mitologia antiga era praticamente impossível.

É portanto a forma de milhares de anos, crida e temida por pessoas de uma das mais importantes civilizações antigas da humanidade, crença que moldava seus valores e senso de justiça, e que forçou-os a construir os mais custosos, misteriosos e caros monumentos da humanidade, as grandes pirâmides.

A abundância de temores oferecidos e vivenciados virtualmente pelos jogadores, a frustração da derrota e o engodo da vitória são vividos a cada ciclo de jogo sob os olhares zombeteiros de Satanás que vem de andar e rodear sobre a terra. A profusão de seres sobre humanos, com poderes sobrenaturais, que via de regram prendem, sangram, ferem e fazem exigências, estabelecem metas, punem como os próprios demônios se imaginariam fazendo com cada ser humano, que por motivos não claros nem mesmos nas Escrituras nos odeiam com ódio claro e feroz e que escravizam seres humanos com sarcasmos e sem nenhuma piedade é algo claramente constatável e praticamente irrefutável em todos os jogos modernos


Abaixo resumidamente ( há disponíveis hoje de forma pública, abundantes informações de como essa jornada é muito semelhante e a base geral para todo o roteiro de jogos de vídeo games atuais, o que foge em princípio á abordagem principal dessa postagem que não é dar uma aula de crença egípcia após a morte mas estabelecer a relação existente entre essa jornada e as jornadas virtuais dos jogos modernos produzidos com foco principal nos jovens e portanto a uma nova geração sem fé cristã consolidada em sua vida ):

[ Primeiramente o corpo era mumificado, este era um passo muito importante, pois os egípcios acreditavam que o "Ba" ou a alma deveria poder sair do corpo e retornar, mas somente se o corpo estivesse mumificado .
O morto ou sua família deviam previamente ter pagado a um sacerdote escriba para que providenciasse uma cópia do Livro dos Mortos, também conhecido como "Livro para sair a Luz do Dia", este livro iria ajudar o morto durante sua jornada no pós vida.
O corpo mumificado era preparado para sua jornada no submundo pelos sacerdotes SEM. Eles eram especialmente encarregados de preparar a alma do morto através de rituais para a jornada que este deveria seguir.
Seu destino era os Campos Elíseos. Para isso a alma deveria cruzar as horas do Duat. Esta viagem era feita por barco e iniciava-se no Lago dos Juncos. Durante a travessia vários obstáculos aparecem no caminho do morto. Estes obstáculos são representados pelas 12 horas da noite. Dentre os obstáculos que o morto deve enfrentar está o Deus do Mal Apophis.
Ao cruzar diversos portões, serpentes perigosas também tentam atacar o espírito do morto, para isso o morto deverá saber seus nomes secretos, tanto dos deuses, como de seus guardiões para que possa cruzar estes portões e seguir para a próxima hora da jornada.
O Deus Rá ajuda na travessia do desfiladeiro. O morto também deve passar por um lago de água fervente, onde as almas errantes estão queimando.
A cada hora, novos obstáculos se apresentam, até que o morto chegue a Sala da Pesagem do Coração onde os Deuses Thoth, Maat, Osiris e Amint aguardam o julgamento da alma do morto.
Na cerimônia da pesagem do coração um escaravelho representando as ações do morto em vida é colocado na balança da verdade, a pena da Deusa Maat é colocada no prato oposto da balança. Se o prato se equilibrar a alma do morto pode seguir para os Campos Elíseos, caso contrário, a alma será devorada pelo Deus Ammint.
A alma, uma vez devorada, condena o morto a não existência, o maior temor dos Antigos Egípcios.
Nos Campos Elíseos o morto tem todos os prazeres que teria em vida: sua família, seus amigos, suas plantações e animais. Um pós vida de perfeição. ]

Muitos dirão a essa altura de nossa reflexão que não há nenhuma relação entre uma coisa e outra ao que eu respondo: é provável que você conheça bem mal uma e outra coisa,  a seriedade da fé cristã e as forças que se opõem a ela e tentam a todo modo erradicá-la da cultura e da memória da humanidade. E que quando, de repente ao pegar a sua Bíblia, e ler os mesmos textos cridos por você anteriormente nela, eles sim parecerem estórias e mitos enquanto os jogos e todos os detalhes que os envolve parecer não só cativá-los mais e as personagens desses mesmos jogos parecerem tão reais para você.

Talvez aí, e tomara que dê realmente tempo, você possa se arrepender, abandoná-los como se abandona  uma chupeta na infância ou um cigarro ou droga na fase adulta, não sem trauma e  a custo de muita determinação e força de vontade!


Finalmente e ainda muito a propósito, um dos mais terríveis crimes ocorridos recentemente no Brasil, sem esclarecimento final, cometido até então se supõe por um garoto de treze anos, matando seu pai, sua mãe, vó e tia, matando-se a seguir tem um terrível componente, indesejável e ainda não tão levado em conta como exemplo e lição: a influência de vídeo games violentos e claramente de inspiração demoníaca!

Como as informações sobre esse crime podem ser revisitadas não só na imprensa e mídia em geral mas na própria web, na internet, não repetirei aqui os seus detalhes e inferências. Crente hoje, em diversas denominações e sinceramente, em uma época de maior "modernidade" são tidos e se esforçam para serem menos obtusos, ignorantes e fechados às novidades da cultura a sua volta. e exatamente por essa forma e por causa dessa forma de se relacionar com as coisas e com o mundo, têm, ou temos todos um a fragilidade que crentes de outras épocas e culturas não tinham: não sabemos evitar e não temos motivos para evitar certas coisas e usos contemporâneos. É legítimo criar o filho na igreja mas não dar-lhe o "direito" (???? ) de ter um vídeo game e ter o prazer  a experiência com as mesmas percarias de todas as crianças de sua idade, seria uma "maldade" e uma prova de ignorância e um risco de "perder" o filho para "o mundo".

Da mesma forma, crentes não poupam seus filhos homens de terem alguma escapadinha legítima e sadia com alguma garota, afinal ele não nasceu crente, não é convertido, pode comer algumas "perecas" por aí, ao menos se tem a certeza e ele prova que é um homem, São essas incoerências inofensivas que fazem a diferença entre os que poderão ser úteis a Deus e os que não poderão, e isso nada tem a ver com a salvação, não faça uma inadvertida confusão, por favor! Daniel e seus amigos se abstiveram dos  manjares legítimos do Rei e isso fez enorme, total diferença. Não imagine da mesma forma que Maria mãe do Senhor jesus e José chamado pelo evangelista de "justo" eram pessoas como as outras milhares e milhares de pessoas vivendo em sua época!


Há certa e claramente coisas relacionadas a esse mundo e cujas origens nós desconhecemos simplesmente por razões naturais, enfim não se é possível saber tudo sobre tudo. Muitas vezes só sabemos de suas terríveis consequências quando se é tarde demais. A instrução de pais e mães a seus filhos não é algo eterno, finda quando esses se tornam adultos e seguem seu próprio caminho ou no mais tardar quando esses mesmos pais envelhecem ao ponto de seu conhecimento ser colocado em dúvida e naturalmente ultrapassado pelas próprias mudanças do mundo. O mesmo se deu conosco e nenhum de nós foi mais justo com os nossos pais do que os nossos filhos serão um dia conosco. Minha mãe, depois meu sogro, depois meu pai  foram todos sábios em antes do fim de suas vidas, romperem o elo e se absterem de influenciar as decisões na minha vida e da minha esposa, creio, não sem pesar mas com o sábio e doloroso reconhecimento da realidade.

Muitas vezes não queremos ser instruídos, avisados, corrigidos e proibidos de um modo ou de outro do que queremos e gostamos de fazer, mas as consequências nos seguirão mais cedo ou mais tarde, e quando estivermos na solidão do enfrentamento de um dilema de um vicio ou dependência virtual nos afastando de Deus, pode ser que não haja nada e ninguém para nos socorrer.

Não espere sentir o risco de as verdadeiras histórias e relatos bíblicos deixarem de ser sentidos como verdade e cridos e as mentiras dos jogos ocuparem a paixão e a crença do seu coração. Jovens mulheres vivendo personagens como Barbies pelo mundo, homens e mulheres adultos e jovens vivendo personagens de mangás e de séries de filmes são uma realidade no mundo hoje. Pergunte a essas pessoas instruídas com ocupação, trabalho, salário e inteligência e talento se crêem na Bíblia, nos seus relatos,revelações e admoestações!
A resposta objetiva e cem por cento certa é que não crêem. E se crêem não passa de uma crença religiosa sem nenhum impacto ou resultado tanto para a salvação, relacionamento com Deus e algo primeiro em suas vidas!

Se essa postagem lhe despertou para esse assunto, fale com outras pessoas, pregue na sua igreja, ponha em prática na sua vida.

Nosso Deus, nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo, nos ajude nessas questões hoje e sempre. Amém!


Por Helvécio S. Pereira


Como adendo importante, destacando-se nesse vídeo a descrição do que os egípcios criam e ensinavam a respeito da jornada do homem após a morte assista na sua totalidade! O modo como os modernos e atuais games de computador e de consoles os mais variados, se baseiam claramente, quando compreendemos a descrição da jornada e dos desafios que um morto deveria compulsoriamente enfrentar após a sua morte e de como deveria lutar, se esquivar e vencê-los e curiosamente descobrindo e utilizando senhas e tendo um tempo definido para executar tarefas e cumprir roteiros.

Entretanto uma advertência deva ser feita aos incautos: os comentários de especialistas defendendo a ideia de que o Novo Testamento deve alguma coisa a antiga religião e crença egípcia é de fato uma piada e uma declaração de quem chegou a conhecer bem e profissionalmente a crença egípcia mas que desconhece a crença cristã mais ortodoxa, seja católica ( a referência feita na comparação ) e a cristã protestante.

Esse vídeo só está aqui postado devido a sua descrição detalhada do "Livro dos Mortos" ( a partir do minuto 47 )  egípcio o que é importante para a compreensão dos modernos games hoje desenvolvidos sob o pretexto de entretenimento inocente.


Deseja ler mais sobre esse assunto e sobre outros assuntos a luz das Escrituras, da Bíblia Sagrada? Visite o seguinte endereço clicando  AQUI






---

domingo, 15 de setembro de 2013

O MUNDO E A VIDA CRISTÃ, UMA ABORDAGEM SOBRE AS LACUNAS EM QUE O CRISTÃO É TENTADO A HARMONIZAR



Hoje particularmente, o pastor Márcio Valadão pregou em sua igreja, a Igreja Batista de Lagoinha em Belo Horizonte(  domingo 15/ 09/ 2013 ), sobre a urgente exortação das Escrituras ao crente em "não amar o mundo e nem as coisas que no mundo há", algo francamente esquecido ou relativizado atualmente. Não era sobre isso, e nem é sobre isso, de modo geral essa postagem, aliás trata de algo bem específico que embora se inclua nessa categoria tem o objetivo de ser bem menos genérico.

Na minha vida cristã testemunhei desde o fim do chamado legalismo refletido na prática em não ver televisão, não ouvir música secular, não ir a carnaval, não ir ao cinema, não usar decotes, mini saias, blusas de alcinhas, calça comprida, não torcer para times de futebol e algumas mais radicais de na igreja, homens não sentarem junto com mulheres, entre outras coisas, das quais apenas tomei conhecimento e não fui obrigado doutrinariamente a fazer.

É certo que incorporei desde o início, e coisas que conservo até hoje de forma pessoal, a não me envolver, haja doutrina, orientação, proibição ou não, de um modo geral sinto intuitivamente que certas coisas por mais naturais, legitimas e aparentemente inocentes não têm origem e inspiração em Deus ou em seus elevados propósitos para nós. Dessa forma não jogo jogos de azar, videogames, não vou a campos de futebol, não uso camisas de time algum. de ideologia nenhuma, de partido nenhum e nem da minha própria igreja. Não faço disso uma bandeira, é pessoal e por esse comportamento respondo apenas por mim mesmo. 

Não ouço música secular, a não ser esporadicamente e quando ouço, ouço canções e peças musicais que por sua característica própria constituem marco, exemplos didáticos e estéticos musicalmente. Não cultivo ídolos nenhum sejam seculares ou cristãos, os que eu admiro admiro-os pelas suas qualidades exemplares. Não tenho  nenhuma idolatria por teólogos, pastores, bispos, pastores e muito menos apóstolos e principalmente patriarcas. Não defendo acima da realidade prática e de ações e crenças específicas nenhuma igreja ou denominação. Torço pelo sucesso de cada uma no que fazem e acertam em prol do Reino de Deus e não tenho nenhuma paixão em particular por nenhuma igreja ou posição teológica.

Logo quando declaro a falsidade  ( ou erro como queiram ) do calvinismo não é por defesa ou preferência pelo arminianismo como arcabouço teológico e nem por inimizade e desprezo a nenhum crente e irmão calvinista. Me esforço para ter uma compreensão das coisas e do Reino de Deus mesmo como Deus vê e não como nós ou eu especificamente vejo. Entendo ou tento entender que o que Deus deseja ver em nós vai além do que organizamos mentalmente como teologia ou conhecimento cognitivo acerca do cristianismo, da própria Bíblia, história da igreja ou do mundo, etc.

Entretanto nas Escrituras temos a revelação clara que as coisas no mundo têm três origens:

a primeira em Deus;

a segunda no homem ;


e a terceira em Satanás e em seus súditos, os demais demônios ativos nesse mundo, e por trás de cada praga comportamental e ideológica. ( alguém duvida disso? )


Sobre as coisas terem origem em Deus é ponto pacífico entre todos os deístas consonante com declaração das Escrituras: toda boa dádiva, todo dom perfeito tem origem nEle, o Criador de todas as coisas. Uma reparação deva ser apropriadamente feita: Deus não criou o mal, pois em Deus não há maldade que seira decorrente de sombra ou alguma variação, pois segundo as próprias Escrituras, Deus é amor. O mal existe não como ausência do bem, essa seria outra possibilidade apenas errática e meramente de uma lógica rasteira. Para que o mal ocupasse o espaço rarefeito de "bem" o mal teria de existir como entidade, tal qual a ilustração do copo parcialmente cheio de água e de ar, ao se alterar a quantidade de um a do outro será naturalmente maior ou menor.

Há dois tipos de "males": o mal como contrário de "bem" e o mau contrário de "bom". O primeiro é apenas uma possibilidade o segundo é um ser com propriedades ou características que determinem ou facilitem a realização ou concretude do primeiro. Logo Deus não é "mau", Deus é bom! Mas Deus é conhecedor do "bem" e do "mal", já o príncipe desse mundo, Satanás, é mau, veio para matar, roubar e destruir e se diz dele que um dia ( acerta altura de sua existência e vida ) foi achado iniquidade ( erro ) nele.

Logo todas as coisas boas e louváveis têm origem em Deus somente! alguma dúvida?

Muitas coisas boas e louváveis têm origem no homem ( os homens e todos o seus descendentes nascem pela vontade do homem, da carne, bem como as invenções e soluções louváveis para o nosso bem e superação das dificuldades em nossa existência ) mas também o que há de pior, de erro e de ruim.

E  todas  as  coisas  piores e terrivelmente prejudiciais ao homem nascem no coração e na mente de Sata nás do qual provém todo engano, mentira, e desvio de costume, de valores e desvios espirituais.

De  uma  forma  geral, graças a influência permitida e limitada por Deus, o mundo, como sistema, enten dido como  sistema  de  ideias  e  de  comportamento e resultado dos acertos, dos erros promovidos pelo próprio homem ( há  caminhos  que  ao  homem  parecem  direito  mas ao final são caminhos de morte ) como ao próprio príncipe desse mundo do qual o Senhor mesmo dissera não terna nada com ele.

Logo as coisas do mundo, suas concupissências, tem origem majoritariamente maligna, ou pelo menos humana e cuja promoção seja inequivocamente satânica. O desafio portanto é detectar e se abster e se afastar dessas coisas. 

Alguns esperam por um legalismo bíblico que resolva esse dilema. Entretanto nem se houvesse uma lista atualizada de coisas a permitidamente serem feitas o problema original não se elimina, pois as Escrituras se mostram uma obra pronta e fechada de princípios e não de regras apenas. O fumo não era um problema dos tempos e culturas bíblicas, nem a Coca-cola e nem tão pouco o Mc Donald, nem a picanha ou as gorduras saturadas. O vinho, com ou sem uva, por várias razões de saúde eram consumidos, mas não havia atropelamentos promovidos por camelos e por cavalos só ficou um curiosamente registrado, o caso do filho de Jônatas o maior amigo de Davi e filho do rei desviado de Deus, Saul.

De fato o que me fez desejar escrever essa postagem, foi o que foi dito por uma querida irmã, musisista talentosa em defessa da pop estar Beyoncé em detrimento do também cantor ( daqui de Minas Gerais, de Belo Horizonte ) e pop star gospel Thales Roberto. Em uma postagem no facebook, onde somos amigos virtuais ( e eu gosto dessa irmã e amiga e não é pelo fato de discordarmos nesse ou em outro ponto menor  que eu vou deixar de amá-la e admirá-la ) eu havia dito que os crentes, certos crentes, não gostam do Thales Roberto e de sua música e gostam de artistas norte-americanos, como no caso a Beyoncé. No que essa irmã e outros mais ditaram alguns xingamentos, entre outros de que ele, o Thales, não canta mas grita e que a Beyoncé uma diva e uma cantora de expoente máximo e que se pudessem iriam ao show da cantora, na semana aqui no Mineirão, com ingressos não tão baratos e para tal um grupo de fãs estaria acampado na porta do estádio, enfrentando dias ensolarados e noites frias a exatos um mês!

Entre as justificativas estavam que as letras das canções do Thales Roberto trazem inúmeras heresias e uma delas rejeitada pelo consequente determinismo calvinista ( ela é calvinista ) de que o homem faz alguma coisa, passando pela crítica a grossolália dos pentecostais, os rodopios ( ??? ) e do cantar por dinheiro algo proclamado aos quatro ventos pelos que o criticam dentro das igrejas evangélicas, seja pelo ritmo frenético de algumas de suas canções, ou pelo estilo Jorge Ben Jor gospel do cantor, que aliás de longe é melhor, embora semelhante o meu ver do grande cantor e compositor da música popular brasileira dos tempos em que eu era só um adolescente.


Mas a pergunta é; não são claramente dois pesos e duas medidas? que por si só já caracterizam e desqualificam qualquer julgamento, esperado como lógico, justo e exemplo a ser seguido?

Pois é! Mas o que essa irmã não sabe ou não deseja colocar na balança é que por trás da estrela pop norte-americana, com talento desenvolvido nas igrejas negras norte-americanas, ricas em moldar talentos musicais e pobres em espiritualidade em sua maioria, talento desenvolvido na clara melhor qualidade de educação referente às artes nas escolas dos EUA, algo impossível na quase totalidade das escolas públicas e particulares brasileiras, uma utilidade clara e algo proporcionado satanicamente, demoníacamente.

Que a Beyoncé ou outros artistas, como Lady Gaga, Adele, e a falecida Amy Winehouse ( e mais um lista quilométrica de nomes de cantores e cantoras de todo os estilos ), superam em muito os artistas brasileiros é algo incontestável, mas daí a submissão e subserviência a eles e ao seu talento usado para o mal, e por parte de crentes é outra coisa! Além do mais, há no seio cristão, lá e cá, tantos nomes e talentos tão bons quanto e até superiores, que só por simples desconhecimento há essa lacuna ( agora você entenderá o título dessa postagem ) a ser e ter de ser aparentemente preenchida por uma condescendência a esses artistas. É mais ou menos assim: como na igreja não tem ninguém tão bom musicalmente como eles ( ou elas ) vamos ouvi-los e elogiá-los e divulgá-los!

Isso não é a verdade. Não tenho que ser condescendente como ativista gay Elton John que disse inresponsavelmente, mais talvez pela provocação do entrevistador, que o Senhor Jesus foi o maior gay que já existiu! (sic) Só porque pela mídia secular não há outro talento "gospel" ou pelo menos cristão que se rivalize com ele em talento, o que não é a absoluta verdade!!! Podemos sim rejeitar e relegar qualquer artista, cantor, cantora cuja militância e frutos sejam contrários e afrontadores ao que Deus deseja não só para nós crentes e cristãos, seja de que igreja formos, protestantes, evangélicos, pentecostais, neopentecoostais, paraprotestantes, calvinistas, arminianos, luteranos, católicos, ortodoxos gregos, anglicanos, etc.

Beyoncé não me representa como muitos talentos artistas egressos do cristianismo mas apóstatas práticos que por ignorância na maior parte das vezes, como os próprios ninivitas que não sabiam a diferença entre a mão esquerda e a direita, servem com seu  talento a um sorridente Satanás sim.

A prova disso que estou afirmando:

1) Em um país em que a imensa maioria das pessoas não entendem uma língua estrangeira, ainda que o ensino do inglês seja imposto compulsoriamente por cerca de sete anos nas escolas e que os que estudam essa língua e podem usá-la e entendê-la só o fazem de uma das duas maneiras: em linguagem coloquial carregada de gírias e própria para conversa vazia entre jovens ou técnico referente à alguma profissão, entender a mensagem do show da cantora seria mais que um sonho e uma impossibilidade.

2) Ela e a sua produção produzem uma personagem e um show não para o brasil mas para a sociedade norte-americana e para o mundo de fala inglesa, como primeira ou como segunda língua.

3) O show da cantora Beyoncé, vende, impõe um novo papel para a mulher contemporânea, um tipo de  "bitch" que pode ser um misto de "vadia", "prostituta", liberada sexualmente até e também, não excluindo a primeira proposta e possibilidade, de ser uma mulher que deseje ser  o que ela bem entender de ser.

4) Isso é tão real que a artista entra no palco marchando e solta  o seguinte grito de guerra: " Run The World ( Girls)!" numa ausão de quem manda agora são as garotas, curiosamente o que conclama a canção de Anita, a pretensa "Beyoncé brasileira", com o grito de "as poderosas". Na terceira canção do show a declaração é "Eu sou uma vadia pela tarde / eu não sei porque você me ama /.


Poderia me alongar em detalhes de um certo ativismo, que não é individual, mas coletivo, já que o show busines é de fato tão rico em qualidade musical e de perfórmace graças ao talento compartilhado de inúmeros profissionais cada um em sua área específica de atuação. Ou seja por trás da Beyoncé, mulher e indivíduo há um batalhão de produtores, e por trás de todos, um espírito único, satânico e demoníaco que entrega à juventude e às massas, cobrando um preço caro, um produto eficientemente mau e que serve aos projetos satânicos para toda uma juventude de alcance mínimo de duas ou três décadas, tomados por baixo!  Satanás é um eficiente autor e vendedor de sonhos, afinal é o pai da mentira segundo palavras diretas e claras do próprio Senhor Jesus Cristo.  

Aí fica a grande pergunta:

Em que lado ou para que reino você colabora ao emprestar o seu respeito ( louvor )? Crentes foram ágeis em fazer piadas e amplificar o suposto escândalo do show que o cantor Thales Roberto não compareceu, ao preço de R$40.000, encomendado por um pastor a título de expandir o Reino de Deus e a visibilidade de sua igreja na sua cidade ou de polarizar a diferença entre as cosmovisões calvinistas e arminianas para com base na poesia de canções do Thales, aboli-las musicalmente. Mas será que depois de minimamente conhecidas o que há de nebuloso e de trevas por trás de falsas personagens como a vivida pela cantora Beyoncé e outras uma certa admiração por seu talento artístico pode ser justificado entre crentes? Ainda mais da tácita e clara aprovação por parte da cantora norte-americana, do terrível e maligno funk brasileiro, ao final do show dela no famigerado rock'n Rio recentemente.

Ainda porque depois de impostos como figuras públicas e exaltadas como celebridades, as opiniões descabidas e claramente ignorantes desses ídolos musicais e artísticos se impõem como verdades junto ao povo, mesmo que além de serem opiniões legitimamente de direito, por serem apenas opiniões, graças ao vácuo de conhecimento de causa, via de regra, ou seja quase sempre são inteiramente desprovidas da mais desejável razoabilidade. O show de Beyoncé foi descrito por um jornalista em um jornal não de forma pejorativa, mas comparável "A Grande marcha da 'Vadia' " numa alusão ao movimento brasileiro que combate os valores familiares e sexuais tidos como ultrapassados, fazendo um ativismo público e chocante como o recente sexo com santos católicos em uma via pública em um de seus últimos protestos em São Paulo.

até calvinistas concordam que como crentes e cristãos, a decisão é sua ( e a responsabilidade e consequências também ).

Que o Senhor nosso Deus nos ajude a termos discernimento a cada dia.

Por Helvécio S. Pereira



Musicais para análise

Abaixo o vídeo da canção "Flaws and all" ( Defeitos e tudo o mais ) cuja letra diz entre outra coisas "Eu sou uma vadia pela tarde"

Abaixo a letra e devida tradução ( alguém pode dizer que é uma simples poesia e trata-se de uma linguagem figurada, uma alegoria, e eu de fato concordo, o tem da canção é contradição da condição feminina e a confusão resultante de toda essa complexidade imposta pelo próprio gênero )  como então cobrar do também cantor e por ocupação artista, Thales Roberto um rigor maior em uma peça musical? ) Outra questão é se a grande massa de jovens que desconhecem a língua inglesa, as sutilezas da poesia mesmo na língia portuguesa irá entender no meio de tantas perfórmaces o que de fato se aborda e não pegarão apenas o de mais superficial e sugerido em termos de comportamento sexual feminino?



Flaws And All
I'm a train wreck in the morning
I'm a Bitch in the afternoon
Every now and then without warning
I can be really mean toward you

I'm a puzzle yes indeed
Ever complex in every way
And all the pieces aren't even in the box
And yet, you see the picture clear as day

Chorus:
I don't know why you love me
And that's why I love you
Catch me when I fall
Accept me flaws and all
And that's why I love you
And that's why I love you
And that's why I love you

I neglect you when I'm working (ah)
When I need attention I tend to nag (ah)
I'm a host of imperfection (ah)
And you see past all that (ah)

I'm a peasant by some standards (ah)
But in your eyes I'm a queen (ah)
You see potential in all my flaws (ah)
And that's exactly what I mean (ah)

Chorus out
Defeitos e tudo mais
Eu sou uma desgraça pela manhã
Eu sou uma vadia pela tarde
De vez em quando sem avisar
Eu posso fazer algo realmente mal para você

Eu sou um quebra-cabeça sim, e dai!
Complexa em todos os sentidos
E todas as peças não estao nem mesmo nesta caixa
E mesmo assim, você vê a figura clara como o dia

Refrão
Eu não sei porque você me ama
E é por isso que eu te amo
Pegue-me quando eu cair
Aceita os meus defeitos e tudo mais
E é por isso que eu te amo
E é por isso que eu te amo
E é por isso que eu te amo

Eu abandono você quando trabalho
E quando quero atenção eu tendo a ser chata
Eu sou uma hospedeira de imperfeições
E você deixa tudo isso passar batido

Eu sou uma camponesa de acordo com alguns padrões
Mas em seus olhos eu sou uma rainha
Você ve potencial nos meus defeitos
E é exatamente isso que eu quero dizer

Refrão















Abaixo a voz e o talento de Jaci Velasquez ( compositora além de cantora da grande e inspiradora canção On My Knees ) em 20 de abril de 2014 na Holanda, sobre um problema de saúde de um de seus filhos, a compreensão e superação desse drama pessoal, e o exemplo de confiança em Deus, deixando e entregando tudo em Suas amorosas mãos. A pergunta é: qual das duas, têm talento maior, ou ainda que tenham talentos equivalentes, oriundos da mesma cultura e país, qual deles estão a serviço da vontade do Senhor, pois ambos, são talentos vindos e dados pelas mãos do mesmo Deus?









Um dos  DVDs do cantor cristão Thales Roberto, gravado em Belo Horizonte. O que certamente incomoda alguns ouvidos é o rompimento com a tradicional música das igrejas, do culto e o uso de um a música mais próxima da secular que chama a atenção justamente do público que idolatra figuras e artistas como Beyoncé, Amy Winehouse, Lady Gaga, e tantos sejam mulheres ou homens.

Mas artistas cristãos, defendem a família, o casamento, a virgindade, a busca por Deus, o senhorio de Cristo na vida do que crê, a realidade do pecado, da tentação, do inimigo de nossas almas, o Diabo ou Satanás, o julgamento final, a salvação e a perdição eternas, a veracidade das Escrituras e a sua realidade para a vida de todos os homens. 

Será que a Beyoncé criada na igreja ainda confessa essas verdades e as defende perante o mundo com risco de perder dinheiro fama e mercado para os seus shows? Onde estariam esses jovens? todos no Mineirão acampados esperando o seu ídolo ( na total acepção da palavra )?Ouça e pense na letra sem preconceitos e partidarismos teológicos, para alguns tido como pressupostos. Ainda dá para ouvir por simples musicalidade a depravação embutida nos artistas pops norte-americanos?









GOSTOU? DIVULGUE ENTRE SEUS AMIGOS OU DISCUTA O ASSUNTO COM ELES.

OBRIGADO!



-
-

sábado, 7 de setembro de 2013

HOJE QUAL A ATITUDE CRISTÃ MAIS RECOMENDÁVEL DIANTE DE TUDO O QUE VEMOS E CONSTATAMOS TRISTEMENTE TODOS OS DIAS NA IGREJA EVANGÉLICA NO BRASIL?



Hoje, todos os aspectos da vida são cada vez mais públicos, não há como manter uma áurea de que uma igreja, qualquer que seja a  denominação e a sua liderança, seja algo a ser dito as pessoas como algo perfeito e cem por cento recomendável. Escândalos e bizarrices hoje, infelizmente ( ou felizmente ) são coisas públicas aos da igreja e aos de fora dela. Não há como dizer a todas as pessoas e ficar sossegado e seguro que nenhuma péssima notícia ou escândalo será logo divulgado e sabido por todos.

Não se pode hoje cair na infantilidade de se  vender às demais pessoas uma imagem de uma igreja perfeita e nessa imagem perfeita de igreja apoiar toda a sua fé cristã. Antes, penso, uma necessária introdução: alguém me perguntara um dia desses, sincera e não ironicamente, a partir de um comentário feito por mim acerca do calvinismo de que o mesmo era uma heresia ) já me cansei do lero-lero educado feito para não conduzir a lugar nenhum, e decidido a ir ao ponto exato da questão, faço exatamente essa afirmação de que o calvinismo é de fato uma heresia. O irmão em questão perguntou-me diretamente se eu poderia citar ao menos uma heresia do calvinismo. Como o espaço e a oportunidade não eram convenientes para longas e intermináveis colocações, rara e quase impossíveis de serem das sempre feitas tanto pelos calvinistas mais extremados até pelos arminianos apaixonados por essas pendengas, citei uma, no na ordem de importância, mas uma que  decidida e claramente é um crasso erro: a da autoria do mal por parte de Deus.

Essa aventada autoria do mal por parte de Deus é entretanto a mais fácil de ser constatada como falaciosa, não só teologicamente mas na prática, diante de um acontecimento real e do qual todos sejam testemunhas, isso porque diante de um fato o calvinista reage erroneamente tal qual o católico romano em muitas situações, fica o pé numa afirmação irrazoável para ser fiel simplesmente ao que lhe ensinaram.

O caso do menino e treze anos que contra toda uma aventada teoria da conspiração matou toda a sua família, ao ser questionado um calvinista sobre o fato simplesmente responderá com  frases assemelhadas que Deus é quem fez toda essa tosca desgraça! Enquanto no terreno teórico ( porque de fato é ) teológico distante da realidade fica fácil manter um lero lero que desperte dúvida, arranque lágrimas e produza uma falsa sensação louvor a Deus, mas quando confrontados com problemas domésticos e reais a maquiagem teológica não pode ser mantida. 

Deus não fez, não criou, não conduziu as coisas para que depois de inumeráveis eventos as coisas terminassem desse jeito para essa família, e não adianta dizer que mereceram sob algum suposto e imaginado castigo por algo que fizeram. Numa comparação rápida, criminosos de várias estirpes mereceriam castigo tão ou menos sumário como esse. Logo a resposta é outra, e talvez eu volte a ela nessa postagem ainda.

Isso porque, a bem da verdade, não é esse o propósito original dessa postagem. Nem é propósito bater  teologicamente em calvinistas em favor dos arminianos. Desde as primeiras postagens em meus blogs a visão clara que sempre tive é que há coisas mais importantes a serem promovidas por qualquer crente e reduzir a fé e experiência cristãs a uma ou outra posição, e fincar portanto, todo o seu ativismo e energia nessas questões é uma coisa menor e portanto, a meu ver, uma grande perda de tempo.

A meu ver um crente perde muito por ser calvinista, mas perde igualmente por ser orgulhosamente arminiano. Prova disso é o teor de ofensas quase sempre ásperas e desprezo as vezes velado de uns em relação aos outros. E eu poderia citar nomes de pessoas e frases ditas por essas mesmas pessoas e crentes, em relação à pessoas de outro grupo que se opõem ao seu próprio grupo e pensamento. Pelas atitudes de uns em relação a outros, ambos se desqualificam. isso não significa que não se deva ter uma posição clara contra erros e suas consequências teológicas sejam quais e de onde forem. Entretanto o orgulho humano é tão grande que raramente alguém é convencido de seu erro, ouse deixa convencer pelo argumento do outro. O que se tem sempre é o prazer inconfesso em manter o seu próprio palavrório e ter a ilusão de colocar o adversário contra a parede, somente isso.

Deus que não vê as coisas como nós mesmos as vemos, tem usado para benção tanto calvinistas como arminianos, como a pentecostais e neopentecostais para nosso desprazer, vergonha e contra o nosso orgulho. Reféns da nossa dureza como os sacerdotes e fariseus, não conseguimos reconhecer o que Deus está de fato fazendo através de quem Ele mesmo esteja fazendo. Engana-se e muito quem teimosamente não se cala quando convém calar, espera quando convém esperar, e a exemplo de varias situações registradas nas Escrituras na Bíblia, não aguarda mesmo sendo um dos poucos ou parte de uma minoria invisível que realmente ouve a opinião de Deus, o julgamento de Deus acima e na grande maioria das vezes diverso dos dos homens, mesmo sendo esses homens de uma igreja evangélica, de uma denominação de uma visão ou posição teológica. 

Não importa onde e em que circunstầncias você conheceu as primeiras coisas acerca de Deus, na melhor ou na pior igreja, na melhor ou na pior linha teológica, importa o que você fez e faz com esse conhecimento de que há um único Deus, que Jesus Cristo é o único nome dado para a salvação de todo o que crế e que Ele mesmo, Jesus Cristo, é Deus e Filho de Deus, incriado e eterno o qual, Ele mesmo receberá todos os salvos um dia para Si mesmo e que onde Ele estiver, nós os que cremos estaremos com Ele.

Mas qual era o propósito dessa postagem inicialmente?

Exatamente, ou essa era a intenção, de falar, de dizer, de lembrar, de argumentar que a igreja e a vida cristã não são um sequência de eventos para preenchimento de tempo, com atrações que nos mantenham ocupados e nela ligados de alguma forma! Lembras-e do que disse no início logo a cima nessa mesma postagem? "Hoje, todos os aspectos da vida são cada vez mais públicos, não há como manter uma áurea de que uma igreja, qualquer que seja a  denominação e a sua liderança, seja algo a ser dito as pessoas como algo perfeito e cem por cento recomendável. Escândalos e bizarrices hoje, infelizmente ( ou felizmente ) são coisas públicas aos da igreja e aos de fora dela. Não há como dizer a todas as pessoas e ficar sossegado e seguro que nenhuma péssima notícia ou escândalo será logo divulgado e sabido por todos. Não se pode vender a imagem de uma igreja perfeita e nessa imagem perfeita de igreja apoiar toda a sua fé cristã."

A igreja no Brasil passa por uma fase em que inconscientemente pastores se sentem concorrentes de outros pastores e de outras igrejas, que copiam fórmulas tidas como bem sucedidas, pelo menos aparentemente, para atrair pessoas ( atrair pessoas não é uma coisa errada em si e é até positiva ilustrada em uma importante parábola contada pelo Senhor Jesus ) entretanto na obrigação de manter um roll de atrações para que os crentes tenham o que fazer e muitas vezes levadas a um limite perigoso: o que gostem de fazer!

Tal situação não se deu e não foi realidade em passado até recente no Brasil onde igrejas ou era distantes umas das outras denominacionalmente sem grande cooperação mas que não se sentiam intimidadas e diminuídas pelo sucesso das outras! As reuniões eram poucas por semana as vezes não excedendo a quatro e sendo suficientes para se fazer o evangelismo feito anonimamente e praticamente por trás das cortinas por décadas!

Hoje além do patético investimento em eventos nem sempre com propósitos tão bem definidos espiritualmente e nem tão louváveis há a concorrência que impede a cooperação e a clareza na colheita dos resultados que não deveriam ser de uma denominação, de um líder isolado, mas da igreja invisível em todo o mundo e da propagação definitiva do Evangelho a todas as pessoas.

Dois ou três exemplos, foi o show do Diante do Trono)gravação de um de sus vários DVDs ) do nordeste há algum tempo, em que uma família comprou passagens em um avião de uma companhia aérea que só tinha três aeronaves, um dos quais explodiu próximo a uma praia, motivo aparente, os crentes que viajaram escolheram essa companhia pelo preço mais acessível! Outro exemplo o do pastor que choraminga em vídeo do YouTube, ter pago R$ 40.000,00 ao cantor Thales Roberto e o mesmo não ter ido fazer o "show"! Há ainda o outro pastor de uma igreja de Minas Gerais, que perdeu a filha de nove anos e um idoso da igreja, por ter alugado a prelo de banana ( R$200,00 ) um ônibus sem condição de uso para transportar membros de sua igreja a um evento em outra cidadezinha!

Esses eventos e atividades não são pecaminosas em si e nem proibidas de serem feitas, mas deve-se perguntar seriamente se dentro da liberdade de fazer inúmeras coisas, que tenho a compreensão clara de termos para fazê-las, se elas correspondem à importância das coisas que devemos realmente fazer na categoria de coisas que sobre elas nos é dito pelo Senhor Jesus, "que o fruto permaneça!"


O calvinista João Ferreira de Almeida, o escritor português mais traduzido em todo o mundo e responsável pela quase totalidade da tradução das Escrituras para a língua portuguesa, o fruto do seu trabalho certamente permanece, trabalho feito sob as mais severas e desanimadoras condições em sua vida, tendo que ser refeito do zero, para que hoje, muitas vezes tivéssemos e tenhamos até, preguiça de ler as Escrituras em nossa própria língua portuguesa. O trabalho desse calvinista abençoa calvinistas e arminianos até hoje, trabalho esse aprovado por Deus durante a própria vida de João Ferreira de Almeida.

Seria longa a série de exemplos de tantas pessoas, de tantos crentes diferentes, cujos focos e objetivos no que concernia a fazer algo para Deus, estava, se colocava muito acima das suas próprias, limitadas e erráticas em tantos pontos menores, teologias. Deus não é um idiota, algo que nenhum crente suporia, seja de qual igreja e de qual posição teológica seja, ao contrario, como reza um  velho hino norte-americano Ele, Deus "is able", ou seja é plenamente capaz de fazer o que Ele, Deus se propõe como obra de vontade nesse mundo, ainda que outorgada uma liberdade aos seres humanos e uma certa liberdade a Satanás e aos demônios, para que através de uma aparentemente caótica atuação, os que amem a Deus e a Sua verdade sejam livremente manifestados.

A vida nos é dada como oportunidade de conhecermos a Deus, somos e devemos nos ver como bem aventurados, felizes, afortunados, e em um bom português mais popular: sortudos! Sortudos por um dia, de alguma forma termos conhecido a verdade sobre esse Deus e seu maravilhoso proposito salvífico que se cumprirá em cada um de nós por ocasião de nossa morte individual ou em evento histórico único se a Sua segunda vinda coincidir com o fato de estarmos ainda vivos nesse mundo. Passem quantas décadas forem nessa nossa breve vida, tão breve como um sopro.

Contudo, essa nossa fé e experiências únicas não podem ser calcadas e mantidas por bizarrices artificiais sejam quais forem e por mais bem intencionadas e circunstanciadas à uma época, modismo, etc. Não é a igreja que mantém a minha fé, não é o que ela faz ou deixa de fazer em termos de eventos, produções artísticas ( música ou outra coisa ), nem pelo volume de "novas ideias", descobertas de escritores oportunistas mesmo tidos e autorreconhecidos como cristãos e crentes, a minha fé não se deve a congressos ( eventos e locais de conversação e de discussões ), pelo que é moda ou não em ser feito, a minha fé não depende do que celebridades cristãs e evangélicas digam ou deixem de dizer, do que teólogos profissionais de qualquer posição se dignem a dizer ou contradizer o tempo todo, etc.

Do mesmo modo escândalos não devem afetar e não afetam a minha fé, não preciso de mais ou menos gente que creia como eu creio, a minha fé nas Escrituras continua sendo pessoal, intransferível e totalmente desobrigada da fé que outro tenham, na própria igreja, e na própria famíĺia, inclusive. Nesse sentido é que o Senhor Jesus afirmara que se alguém amar mais a sua família que a mim, não é digno de mim. A fé uma vez tida e crida no Deus das  Escrituras é pessoal e deve ser guardada sob que circunstância for. É algo inegociável e não pode ser movida ou mudada a título de emoções e relacionamentos, tendo entre outros grandes exemplos a fé de Jó.

Espera-se que a igreja seja como denominação, igreja local, irmãos de uma congregação e seu pastor, e todos os eventos por ela produzidos sejam para edificação da fé, mas é bem provável que nem sempre isso aconteça e aconteça o tempo todo, como no caso da mãe de Samuel, chamada de bêbada pelo sacerdote Eli. Mas é seu e meu dever como crentes, nunca desanimarmos e imputarmos à qualquer igreja, denominação, corrente teológica a culpa pela nossa qualidade de vida cristã! Andemos com Deus como diz a Bíblia que Enoque andou!

Poderá ser que o seu caminho com Deus seja tão único que os próprios irmãos o verão de forma estranha e desconfortável, mas os frutos dessa vida tão mais próxima e calcada em Deus somente certamente permanecerão como desejo expresso do próprio Senhor Jesus. O avesso disso seria o orgulho e a falsa consciência da auto-iluminação e de uma pressuposta superioridade espiritual tão própria da corrupção religiosa humana. Somos tão suscetíveis ao lisonjeio e ao reconhecimento por parte dos outros ou de nós mesmos que muitos de nós oportunizamos compreensões espúrias das revelações Escriturísticas em franco detrimento ao que as mesmas Escrituras Sagradas dizem a nosso respeito e a respeito de todos os seres humanos.

Cuidemos para que achando-nos de pé não caiamos por desprezarmos a sabedoria que  clama nas esquinas como nos assevera a própria Escritura. Amém!

Por Helvécio S. Pereira





-

domingo, 1 de setembro de 2013

DIVIDIDOS MAS AINDA ATIVOS ( ASSIM É A IGREJA NO BRASIL )


Há decidida e claramente duas formas de se ver a realidade: otimistamente ou pessimistamente! nem sempre os otimistas estão corretos e vêem a realidade como deve ser vista! nem sempre os pessimistas, da mesma forma, vêem a realidade como ela é. Por isso também quando vemos e ouvimos pregadores otimistas com mensagens extremamente otimistas ou pregadores com mensagens extremamente pessimistas, tendemos, de acordo com o nosso próprio temperamento ou emoção do dia, a creditarmos como correta uma ou outra posição.

Tal fenômeno é tão verdade na igreja como fora dela, todos funcionamos assim. Outro fato é que esses dois grupos, assim divididos, se combatem e se criticam, tanto no meio secular como dentro da própria igreja. Na verdade muitos, dos dois lados, ficam com raiva uns dos outros e desprezam veementemente o que uns dizem em relação a qualquer assunto. 

Logo as palavras não são mais ouvidas e nem os fatos e a realidade repensadas e a analisadas e as pessoas, de um e de outro lado, deixam de maduramente de compreender o que de fato está acontecendo ao seu redor.

Hoje, como sempre houve, na igreja, houve vozes e pregadores que dizem o tempo todo: "vivemos um momento único e sem igual, Deus nos está abençoando e fazendo maravilhas, é o melhor momento da igreja cristã em todos os tempos!" Outros dizem: a igreja está corrompida, é tempo de terrível apostasia! o pecado desgraça cada denominação e seus líderes! Satanás está avançando em nosso meio colocando em prática seus terríveis planos! é o fim!" 

Se nós olharmos para as notícias, para os fatos, para como as pessoas estão, podemos facilmente concluir que essa é a única verdade! Se por outro lado ouvirmos os testemunhos de curas, conversões verdadeiras, veremos que essa também é a grande realidade!

Em toda a Bíblia, em toda a Escritura, vemos, lemos, constatamos que é essa a realidade e o grande dilema humano, tanto no meio do povo de Deus, antes entre os descendentes de Abraão, como na Igreja no Novo Testamento. Nunca houve, nenhum momento, fora do paraíso uma situação de plena perfeição ou de plena maldição.

Uma olhada rápida e veremos que os filhos de Adão e Eva, os primeiros, provavelmente até gêmeos, Caim e Abel, eram um de um modo e outro de outro. Adão e Eva tinham temperamentos claramente diferentes, Adão tímido e apagado, Eva curiosa e impetuosa, qual o modelo ou perfil ideal? o de Eva ou de Adão? eram apenas diferentes.

Quando por ocasião do dilúvio, a corrupção e a degradação estavam em todos os lugares onde havia os seres humanos, mas Noé era diferente! Bem depois, Ló e sua pequena família eram os diferentes em Sodoma e Gomorra e antes deles, um pouco antes, Abrão era diferente, era o diferente em meio a sua parentela. E se você  de dispuser a fazer uma pesquisa em toda a Bíblia essa situação se repetirá sempre

Calvinistas dividem todos os homens e mulheres entre eleito e não eleitos, eles obviamente estão entre os eleitos, simplesmente por terem entendido e crido no Deus bíblico e os demais não. Mas eles os calvinistas estão errados na sua divisão pretensiosa e errática! A divisão é muito mais complexa e se revela diretamente entre os que percebem em um momento a realidade e os que não percebem essa realidade. Não é questão de opinião!! Não é o que eu ache mas o que é de fato! E o mais importante o que é de fato sob a ótica de Deus e não nossa!!!

Não importa se se é arminiano ou calvinista ou outro "ista" ou "oxo", "ico" etc. Mais do que nossos erros confessionais, nossas atitudes nos induzem ou nos prendem em erros e nos faz improdutivos e inimigos uns dos outros. Não se trata de um ecumenismo, algo que nos faça ignorar toda a diferença constituindo-nos em um grupo relativista e sem nenhuma posição sólida relacionada à fé ou à revelação escriturística revelada e expressa na Bíblia.

Temos hoje muitos crentes, líderes, pastores, com opiniões! Mas o que importa ( ou que deveria importar ) é quem sabe o que de fato é a realidade! O que conclamamos à uma reflexão é que não é o que achamos e como vemos a realidade objetiva diante de nós, mas se compartilhamos pelo entendimento verdadeiro como Deus mesmo nos vê, vê o mundo, a humanidade e a Sua própria Igreja. Quem não sabe o que Deus opera e faz em nossos dias e como nos vê, pode sim se encontrar como um soldado que ao usar uma metralhadora giratória no campo de batalha atira para todos os lados, acertando inimigos e amigos. Hoje na igreja de Cristo muitos são mais atingidos por um fogo amigo do que pelo próprio inimigo da igreja e de nós crentes. 

Você ou eu, ou ambos, podemos ser um arminiano, um calvinista, um neopentencostal, um petencostal, um paraprotestante, um católico romano, um ortodoxo, um cristão sem igreja, podemos ter uma posição teológica, uma igreja, uma opinião acerca de coisas teológicas e acerca da igreja cristã, sem conhecer o que Deus está fazendo hoje!!! e isso é muito, muito grave!!!

Deus é ativo na terra e não esquece da raça humana, conhecendo os seus caminhos e descaminhos, e Ele Deus têm um plano a ser cumprido, de redenção e de graça com relação aos que possam crer, oportunizando a benção e a salvação. Deus não tira folga, ou deixa eventualmente a história da igreja ir segundo o seu próprio curso! Isso é um engano, um esquecimento da real verdade!

Em Babel, Deus desce para ver a obra dos homens, que sentido há nisso? ( veja atentamente todo o texto ) Deus dá liberdade para que nós seres humanos tenhamos e nos ocupemos com as nossas atividades. Essas atividades sejam quais forem, boas ou más, relevantes ou irrelevantes, de grande ou pequeno impacto são, a despeito da compreensão errática de muitos, livres, e elas determinam toda a nossa vida, dentro das infinitas possibilidades postas diante de nós a cada dia.

O que fazer? ser um otimista que despreza toda a realidade e que diz o tempo todo que tudo está bem? ou por outro lado ser extremamente duro e um arauto dos maus preságios também contra tudo de bom que de fato acontece?

Essa é a decisão com sérias implicações seja qual for a sua escolha. Entretanto, não é nenhum caso isolado a regra, mas a realidade que de fato se coloca diante de nós a cada dia.

O Senhor Jesus nos exorta que para Deus todas as coisas são possíveis! ou seja não há limitação alguma para Deus!!! nenhuma, você pode realmente dizer e compreender isso?

Hoje muitos se colocam publicamente nos púlpitos das igrejas e na internet, contra uma chamada "teologia da prosperidade". Movidos por ciúmes, porque simplesmente as suas igrejas não crescem se sentem erroneamente no dever de exortar a todos a saírem das outras igrejas cheias de gente ( estranho não é? não é o amor que os move nesse combate e nessa exortação... ) Mas a Bíblia sempre nos revelou que Deus pode dar riquezas e é Ele quem dá riquezas... A prosperidade é combatida e a pobreza ( e não a simplicidade ) é valorizada para os outros, com base em uma compreensão errônea da grande lição do episódio do Jovem Rico... mas ainda que seja difícil um rico entrar no Reino dos Céus, PARA DEUS TODAS AS COISAS SÃO POSSÍVEIS!

Esse é um exemplo de como temos opiniões diferentes acerca de muitas coisas referentes à Igreja e às coisas de Deus, mas não é o único. Temos opiniões e entendimentos diferentes sobre muitas coisas, até mesmo em uma mesma igreja, denominação de mesma posição teológica. Imaginem quantas temos se somos de igrejas, denominações, lideranças e discipulados diferentes, de experiências diferentes?

Esse enorme contingente de pessoas não vai concordar em muitas coisas!!! Os conflitos de ideias e de opiniões são inevitáveis! E não adianta procurar nessa multidão quem tem razão!!! É inútil investir em uma demanda inútil para provar simplesmente quem está certo ou não! Esse contingente de crentes pode estar consciente ou não da realidade espirital do mundo hoje ou apenas ocupado em muitas atividades diferentes,criativas ou não, feitas a partir da nossa própria capacidade de fazer livremente muitas coisas.

Sem saber do que se trata, e do que Deus deseja fazer, com certeza há pouca relação ou efetividade naquilo que fazemos. Assemelha-se essa situação a de um guerreiro que embora esteja no campo de combate não faça ideia de que caminhos vai a guerra (algo bem maior e mais amplo que a batalha do momento )

Prova disso é o prazer por parte de alguns crentes em denunciar o erro dos outros crentes, e mais o prazer mórbido em que esse erro aconteça!!! Muitas das vezes a conversão ocorrida e sincera, é desvalorizada e posta em dúvida, simplesmente por ocasião da constatação de um erro, um desencontro, uma  confusão ou mesmo um pecado! Uma coisa não tem nada a ver com outra... quantos homens de Deus seriam sumariamente desqualificados por um erro e se perderia tudo o mais coisas em que foram exemplares? Davi foi um deles, mas não o único! Imagine se disséssemos: não lerei mais o Salmo 1, pois o autor dele foi simplesmente um adúltero e um assassino? Nenhum crente faz isso com Davi, mas o faz com qualquer líder de qualquer igreja ou denominação, que tenha com seu trabalho, alcançado centenas ou milhares de almas para Deus! Colocamos em dúvida se Deus o ouviu, o sustentou, ou lhe deu vitórias reais contra o inimigo em alguma ocasião de sua vida.

Deus não vê como nós vemos, assim como Ele mesmo diz sobre Si em Sua Palavra, que os pensamentos de Deus são mais altos que os nossos tal qual os céus são mais altos que a terra! Isso não é pouca coisa, não é algo a ser ignorado ou desprezado! 

Algumas personagens nas Escrituras, na Bíblia, muitas anônimas, são nos apresentadas como pessoas que sabiam o que Deus estavam fazendo na sua época. Essas pessoas me fascinam mais do que muitas outras sobre as quais temos muito mais informações. procure esses exemplos nas Escrituras, declino de citá-los aqui para que você se lembre deles e os ache na sua própria Bíblia!

Em que lado você está como crente?

Do lado da OPINIÃO? do posicionamento puro e simples, como alguém que se gloria apenas por estar "mais certo" e  "não ser como o outro"?

Engessado dentro de uma série de descrições acerca do que Deus seja ou deixe de ser, de como "Deus faz" ou "não faz", deixando de fora tudo o  que Deus pode  realmente fazer, sendo que Deus PODE TUDO!

Um crente que sem se dar conta municia o inimigo contra os próprios irmãos, falando, rindo, opinando, delatando, tornando público o que deveria ser reservado à operação de Deus, seja repreendendo, perdoando e restaurando e na sua atitude ajudando a destruir praticamente o que Deus possa estar desejando fazer através e na vida de outras pessoas.

Um reino divido não subsiste e o Diabo, Satanás sabe muito bem disso, e o reino dele não se divide no combate efetivo das coisas de Deus e da igreja do Senhor Jesus, embora saiba muito bem ele que a vitória final contra a igreja é impossível! A igreja não ode estar, permanecer, néciamente dividida em um momento em que essa mesma igreja tem tanta liberdade ainda para pregar, testemunhar, operar a verdadeira obra de Deus!

Resta uma pergunta: por que se DESUNIDOS esses irmãos são ATIVOS?

Simplesmente porque se mexem, criam coisas novas, investem em ações e eventos, escrevem, pregam, cantam, tocam, dançam, debatem assuntos, falam mal uns dos outros, depreciam uns aos outros, difamam uns aos outros, se alegram com a desgraça até uns dos outros, desqualificam a pregação e o testemunho uns dos doutros, fazem mil coisas, muitas coisas e na maioria das vezes não medem e nem fazem ideia de que impactos e resultados trazem para o que creem e chamam de a obra de Deus! São irresponsáveis, desastrados, inconsequentes! Podemos dizer que em muitos casos o grande inimigo do Evangelho é o próprio crente, ou melhor dizendo uma boa parcela dos crentes!

Algo precisa começar a mudar! Urgentemente!

Não faça mais algo que divida mais a obra de Deus, seja por palavra, escritos, piadas, difamação, combate gratuito, etc. ORE! ORE! ORE! em favor do que e de quem você critique para que Deus mesmo ilumine esse irmão, essa irmã, essa igreja, essa denominação, esse ministério, purificando-o, restaurando, tirando o que eventualmente tenha sido corrompido e sido perdido pelo caminho. Não destrua o que foi posto de pé e que já foi benção um dia. Tenha uma nova atitude e assim coopere para a verdadeira obra de Deus.

Amém!

Por Helvécio S. Pereira





-

CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DESSE E-BOOK

CLIQUE NA IMAGEM E FAÇA O DOWNLOAD DESSE E-BOOK
Clique na imagem acima e saiba como fazer o download desse importante e-book

EM DESTAQUE NA SEMANA

VOCÊ NÃO PODE DEIXAR DE LER




09 Dez 2010
Reflexões acerca do que a Bíblia revela e declara sob a ótica cristã autêntica. Nada porém substitui a leitura pessoal da Bíblia, a inerrante Palavra de Deus. LEIA A BÍBLIA! Salmos 119:105 Lâmpada para os meus pés é tua palavra, ...
19 Dez 2010
Essa pessoa sai pensando em Deus de um modo ou de outro, e em decisões que fatalmente terá de tomar frente ao divino. Nas prisões, após ouvir um pregador ou missionário de uma ou outra igreja, os criminosos mais terríveis param para ...
01 Dez 2010
A Bíblia é fonte inesgotável de ensinamentos dados do ponto de vista de Deus. As Sagradas Escrituras só não revelam o que, segundo a aprovação de Deus, Ele mesmo por Si não quer revelar-nos. Deus não revela coisas imposto pela ...
09 Dez 2010
Infelizmente ou ao contrário, como seres sociais e assim planejados por Deus, só construímos conhecimento em cima de informações e conhecimentos que nos antecedem. Por isso é natural não poucos de nós repetirmos conclusões feitas por ...

UM ABENÇOADO E VITORIOSO ANO NOVO A TODOS! OBRIGADO A TODOS OS LEITORES E VISITANTES!

Arquivo do blog

TEOLOGIA EM DESTAQUE: DIVERSAS POSTAGENS


26 Ago 2010
Nessa postagem quero deixar claro que dentre as diversas teologias usadas ( teologia popular, teologia leiga, teologia ministerial, teologia profissional e teologia acadêmica ) a que move a igreja e faz avançar o seu ...
27 Out 2011
Por experiência entenda-se todas as comprovações factuais acerca do que se crê conforme a teologia crida, seja essa oficial, oficiosa, leiga, individual, etc. Assim posto, é necessário colocar que o que me fez tocar nesse ...
25 Ago 2010
A teologia leiga é portanto um passo além da teologia popular, na verdade uma passo acima. Quando um crente dedica-se mais sistematicamente a investigação da sua fé , buscando uma melhor forma de não só expor o ...
11 Jan 2011
Conforme postagens anteriores que esclarecem a diferença entre teologia oficial e leiga, evidentemente em todas as igrejas há, por parte de seus membros uma teologia mais popular e uma teologia pessoal. Mesmos ...

links úteis

Atenção!

TODAS AS NOSSAS POSTAGENS TRAZEM ABAIXO LINKS PARA COMPARTILHAMENTO E IMPRESSÃO E SALVAMENTO EM PDF. NO CASO CLIQUEM 'JOLIPRINT' E UM SITE CONVERTERÁ O POST EM UM PDF AGRADÁVEL DE SER SALVO E PORTANTO GUARDADO PARA LEITURA POSTERIOR ( fica visível em alguns navegadores, aproveite essa funcionalidade extra! )

CRISE NO CATOLICISMO

ACESSE JÁ CLICANDO NO LINK ABAIXO

ACESSE JÁ CLICANDO NO LINK ABAIXO
VÁRIAS VERSÕES, ESTUDOS SOBRE CADA LIVRO DAS ESCRITURAS

NÃO PERCA UMA POSTAGEM DIGITE ABAIXO O SEU E-MAIL OU DE UM AMIGO

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

ATUALIDADE ! CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E LEIA AGORA MESMO!

ATUALIDADE ! CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E LEIA AGORA MESMO!
NÃO PERDER O FOCO...QUAL O REAL PRINCÍPIO DO CULTO? CLIQUE NA IMAGEM ACIMA E ACESSE

CURSO TEOLÓGICO GRÁTIS! *HÁ TAMBÉM OUTROS CURSOS DISPONÍVEIS

QUEM INVENTOU O APELO NOS CULTOS?

SOBRE O LIVRO DE GÊNESIS, LEIA AS PRINCIPAIS POSTAGENS

25 Nov 2010
Tenho algumas vezes, em minhas despretenciosas reflexões ( despretenciosas por não terem o tom acadêmico e muito menos professoral, são apenas reflexões ), dito que se não se crer no que o Livro de Gênesis declara, não é necessário ...
31 Jan 2011
-A razão das atuais, ou pelo menos de predominância histórica, das condições existenciais e morais do homem têm no Gênesis a sua satisfatória resposta. A existência de condições nem sempre e totalmente favoráveis a nosso conforto ...
11 Jan 2011
Como parte do pentateuco, o Gênesis, depreciado modernamente graças a nossa submissão e endeusamento da ciência, que com a sua contribuição à saúde, tecnologia e construção material da sociedade, pouco ou quase nada tem a dizer sobre ...
21 Nov 2010
A religiosidade cristã moderna ou atual, de há muito tem se contentado e desprezado as narrativas de Gênesis, precioado por parte majoritária de setores quase que totais do mundo científico e da falsa sensação de que tudo pode ser ...

O GÊNESIS, COM NARRAÇÃO DE CID MOREIRA E IMAGENS

NÃO DEIXE DE LER OS SEGUINTES POSTS DENTRE OS MAIS LIDOS...

29 Mai 2010
UM LIVRO OBRIGATÓRIO PARA CATÓLICOS E EVANGÉLICOS ACERCA DA ERRÔNEA CULTURA DO CULTO A MARIA. Recebi por indicação do irmão Jorge Fernandes Isha, um e-book gratuito, de leitura obrigatória para os evangélicos e para ...
16 Fev 2010
Judas era o mais culto, de origem e status social diverso dos demais, de outra cidade, e foi substituído não pelo apóstolo dentre os discípulos eleito pelos demais, por própria escolha de Jesus, após a morte de Estevão, Saulo, discípulo de Gamaliel, provavelmente o mais preparado ...Melquesedeque, Maria , José, e tantos outros. Deus se dá a conhecer plenamente a cada um que o ama. O ue Ele fará na história as vezes não noscompete saber, as vezes sim. Essa é a diferença. ...
19 Mar 2010
Tal qual os fariseus, põem não poucos impencilhos que vão desde reparações a pregação simples e com pouca ligação com a hermeneutica e pregação convencionais, a música, letra das canções, a ordem do culto, forma dos apelos e ... Essa pessoa , esse novo crente, como filho ou filha de Deus de fato, tem agora uma nova vida, como Madalena, Zaqueu, o Gadareno, o Centurião, Nicodemos,o ladrão da cruz, Marta e Maria, Lázaro ( não necessariamente nessa ordem ), e tantos outros. ...
04 Mar 2011
Nesse aspecto seria legítimo um católico cultuar Maria como N.Senhora, um muçulmano a Maomé como seu legítimo profeta, um budista como objeto de culto, e assim por diante. Todoslçegitimamente amparados por sentimentos sinceros e ...
English (auto-detected) » English




English (auto-detected) » English


English (auto-detected) » English

VISITE JÁ UM BLOG SOBRE ATUALIDADES RELIGIOSAS E FATOS IMPORTANTES NO MUNDO

VISITE JÁ  UM BLOG SOBRE ATUALIDADES RELIGIOSAS E FATOS IMPORTANTES NO MUNDO
CONTANDO OS NOSSOS DIAS ACESSE JÁ. CLIQUE AQUI!

ESTUDE EM CASA.TRABALHE EM CASA!

leitores on line

OPORTUNIDADE!

LEIA: E-BOOKS EVANGÉLICOS GRÁTIS Clicando na imagem a abaixo você fará os downloads dos mesmos